liaNa semana de comemoração do Dia Internacional da Mulher, preparamos um especial com conteúdos exclusivos produzidos com profissionais da área de gestão de projetos.

Confira a entrevista com Lia D’ Amico – Diretora de Operações da Iris Worldwide SP sobre a Visão da Mulher na liderança de projetos e pessoas.

Você acredita que a data Dia Internacional da Mulher é importante e por quê?

Lia D’ Amico – É muito importante, pois serve pra nos lembrar da luta de mulheres passadas e da luta que ainda precisamos sustentar contra a desvalorização da mulher e o cerceamento de suas liberdades.

Quais fatores mais desafiadores giram em torno das mulheres que exercem a liderança de projetos e pessoas?

Lia D’ Amico – A gestão de projetos nasceu na área de tecnologia e, por ser uma área com poucas mulheres, ainda vemos muito poucas trabalhando nisso. Além disso, ainda existe preconceito acerca das capacidades da mulher, além de menos mulheres em papeis de liderança e de poder do que homens.  Portanto, ainda temos um longo caminho para trilhar.

Como entende o atual mercado na área de gestão de projetos para as mulheres?

Lia D’ Amico – Frequentemente a área de gestão de projetos responde à criação, que ainda é uma área com muitos homens e reconhecida frequentemente por comportamentos machistas. Dessa forma, ainda percebemos em diversas agências uma barreira grande à ascensão de mulheres nesses papéis devido ao preconceito.  Porém, vemos cada vez mais mulheres em papeis de gestão de projetos, principalmente também pela grande migração de pessoas do atendimento para a gestão de projetos. Acredito que seja uma área em que temos cada vez mais voz e somos cada vez mais reconhecidas por nossas habilidades.

O que espera para o futuro da mulher na liderança de projetos e pessoas?

Lia D’ Amico – Cada vez mais vemos que a área de projetos demanda profissionais de nível mais generalista e menos técnico, com bom ferramental de comunicação e alta habilidade de liderança. Assim, como vemos muitas mulheres de sucesso na área de RH, por exemplo, acredito que a gestão de projetos, por ser uma área que envolve muito jogo de cintura com equipes, é uma área com muita afinidade com o universo feminino. As capacidades de empatia, inteligência emocional e comunicação transparente e eficiente serão cada vez mais valorizadas. Certamente veremos cada vez menos pessoas migrando do universo técnico para gestão de projetos em agências (talvez esses perfis se movam mais em direção a produtoras) e mais mulheres na nossa área.

Agradecemos a Lia por compartilhar sua visão e ainda teremos outras entrevistas durante a semana e uma pauta especial no dia 08/03, Dia Internacional da Mulher.

Você também pode assistir a entrevista que a Lia concedeu a TV GP em 01/17 falando sobre ‘O cenário da produção publicitária nas agências e as perspectivas para a Gestão de Projetos’,.

Assista abaixo e acompanhe a Semana da Mulher aqui no Instituto Mestre GP.

 

Banner-curso

 

Sobre o Autor

Jornalista do Instituto Mestre GP, formada pela Universidade São Judas Tadeu. Trabalha com comunicação há nove anos e atua com marketing digital e marketing de conteúdo.

Você também pode curtir

1 Comentário

Deixe um comentário