Por Redação Digitalks

A Gestão de Projetos é um conceito que tem ganhado cada vez mais destaque no organograma das organizações. Um modelo de gestão bem aplicado traz mais resultados positivos para a empresa, otimizando serviço, tempo e até custos. Para entender um pouco mais sobre essa disciplina, o Digitalks conversou com Ramon Oliveira, fundador do Instituto Mestre GP, empresa que dissemina conhecimento e conteúdo sobre a área de Gestão de Projetos para o mercado publicitário. Confira a entrevista completa a seguir:

 

Digitalks⇒ Por que ter um profissional focado nessa área é importante para qualquer empresa? Quais são os benefícios que um Gestor de Projetos pode trazer para a organização?

Ramon Oliveira⇒ Gestão em qualquer organização é essencial, sempre. Hoje, vivemos uma transição profunda nos modelos de negócio, nos modelos de trabalho e, consequentemente, há uma exigência profunda de revisão de processos de Gestão, acredito que isso tenha trazido a disciplina da Gestão de Projetos para o holofote. No mercado publicitário (ambiente que o Instituto Mestre GP é focado) isso é ainda mais relevante, pois, nossa indústria tem sido provocada a mudar, a se reinventar, e, aqui, eu não estou julgando modelos, porém, precisamos também protagonizar e também liderar as mudanças que temos visto no mundo, e isso passa por gestão e muito por uma visão de projetos. Então, acredito que isso tenha evidenciado no mercado publicitário esta disciplina.

Nesse contexto, a figura do Gestor de Projetos trará condições para que as agências e outros atores do mercado publicitário possam trilhar essa jornada de mudança com mais eficiência, porém, é importante ressaltar que a Gestão de Projetos deve ser encarada como um pilar da cultura organizacional e não apenas um “departamento”, ou seja, a Gestão de Projetos precisa ser encarada como disciplina transversal e todos precisam pensar de forma projetizada.

 

DT⇒ Nem sempre implantar o mindset da gestão de projetos na empresa é uma tarefa fácil. Que dicas você dá para as organizações e marcas que querem colocar esse processo em prática? Quais os principais desafios que essas empresas podem vir a enfrentar?

RO⇒ Trazendo um pouco da resposta anterior, entendo que a Gestão de Projetos precisa ser encarada como um pilar da cultura organizacional, então, de fato, não é uma tarefa simples essa mudança.

Mudar cultura é uma tarefa que exige esforço e resiliência, no final, estamos falando de pessoas que operam em um determinado modelo e precisam ressignificar esse modelo para um novo, o que não é uma tarefa fácil. Não estamos aqui falando apenas de mudar um ou mais processos frios ou implementar uma ou mais ferramentas, é uma mudança de comportamento e atitude das pessoas (principalmente), porém, é possível. Existem vários cases onde essa mudança aconteceu e trouxe resultados muito interessantes.

No meu trânsito nas empresas do mercado publicitário, principalmente as agências, eu identifiquei algumas questões muito similares em todas elas para a mudança acontecer. Listo abaixo o que eu percebi como os principais desafios que também servem como dicas para você (leitor) mapear em que cenário você está:

  • Patrocínio do board: é extremamente importante que o board esteja interessado em uma mudança como essa, ou seja, as lideranças da agência precisam entender e patrocinar as transformações que serão promovidas;
  • Comprometimento das pessoas: mesmo com o patrocínio do board você ainda pode não ter sucesso em uma mudança (qualquer que seja), isso porque estamos falando de pessoas. É necessário então engajar as pessoas na mudança que será iniciada, nivelar o entendimento dos benefícios e, claro, ter a energia de cada um nessa jornada. As pessoas precisam pertencer ao processo transformação;
  • Mostrar Resultado: falar em mudança de cultura e principalmente em uma transformação de modelos de Gestão, em quase 100% dos casos, é uma ação que não será percebida da noite para o dia. Os resultados serão percebidos em médio / a longo prazo, então, é preciso entender que algumas situações precisam ser encaradas como aprendizados e não como erros

 

DT⇒ Você enxerga um futuro promissor para a gestão de projetos no Brasil? Que tipo de evolução podemos esperar para essa área?

RO⇒ Com certeza, não no futuro, mas sim agora! É uma disciplina essencial para qualquer empresa, e o mercado publicitário precisa se aproximar cada vez mais destes conceitos e aplicar no seu dia a dia. Atualmente, os conceitos e a filosofia Ágil têm provocado uma mudança no mundo corporativo (em todos os segmentos), e a publicidade não é alheia a esta transformação. Eu vejo que o mindset Ágil é um caminho que temos que acompanhar e, por isso, em 2019 o mood do Instituto Mestre GP é o Agile Advertising. O objetivo esse ano foi: em tudo que fizemos, aproximar os conceitos de agilidade do mercado publicitário.

Texto originalmente publicado na Revista Digitalks #22.

Você também pode curtir

Deixe um comentário