Motivos para contratar e gerenciar a Geração Z em 2020

O início do ano é um bom momento para fazer um balanço do que funcionou, do que poderia melhorar e do que deve ser seguido em 2020. Uma tendência inegável para esse ano é a contratação e o gerenciamento de colaboradores da Geração Z que estão entrando no mercado de trabalho em números recordes. Esses novos funcionários têm um enorme potencial, isso é, se os empregadores souberem como reconhecer e alavancar seus talentos.

Em nossa nova pesquisa, Geração Z e o Futuro do Trabalho , entrevistamos pessoas dessa geração sobre o que é mais importante pra eles no trabalho. As descobertas sugerem que, ao contrário de alguns estereótipos e percepções – por exemplo, que esses nativos digitais têm poucos períodos de atenção e são difíceis de gerenciar – a Geração Z traz qualidades e habilidades valiosas para o local de trabalho.
Aqui estão algumas das suas características diferenciadoras:

 

Eles querem mostrar suas habilidades interpessoais

Ao contrário de algumas maneiras pelas quais eles foram caracterizados, a geração Z se vê entusiasmada e motivada em estabelecer conexões reais no trabalho – e na posse de habilidades interpessoais sob demanda. Mais da metade (53%) dos colaboradores da Geração Z disse ter habilidades valiosas para resolver problemas; 58% acredita que pode ajudar a ensinar como ter uma mente aberta a colegas mais velhos; e 46% disse que pode ensinar as melhores maneiras de se divertir no trabalho.

 

Eles estão ansiosos para aprender

A Geração Z está tão interessada em aprender tanto quanto em ensinar – algo que os colaboradores devem acolher em uma era de contínua mudança de emprego e requalificação .

Mais da metade (59%) diz que deseja aprender dicas sobre hábitos de trabalho e como iniciar e manter uma carreira de sucesso em seu setor com colegas mais velhos; 51% entra no trabalho esperando aprender novas habilidades específicas para sua carreira com colegas e gerentes mais velhos. Uma proporção considerável (41%) também diz que quer aprender a construir uma ética de trabalho eficaz com seus colegas e gerentes mais velhos.

 

Eles gostam de receber feedback sobre o trabalho

Segundo a pesquisa, 85% dos colaboradores da Geração Z consideram o feedback construtivo “muito importante” ao avaliar seu relacionamento com seus gerentes. Isso também se alinha às expectativas dos gerentes: 89% dos que trabalham na ServiceNow acreditam que o feedback construtivo será muito importante para as Gerações Zs.

 

Eles desejam interação cara a cara

Quem disse que a Geração Z é inseparável de seus telefones? A grande maioria (83%) dos colaboradores entrevistados diz que prefere se comunicar com seus gerentes pessoalmente – não por e-mail, texto ou plataformas de mensagens.

À medida que as empresas começam a recrutar para 2020 e para o futuro, elas devem ter essas qualidades em mente ao examinar mais de perto o banco de talentos da Geração Z – e lembrar que, em última instância, esses jovens trabalhadores desejam a maioria das mesmas coisas que todos nós: fazer um trabalho com propósito, aprender e avançar em sua carreira e manter um equilíbrio saudável entre vida profissional e pessoal.


Ramon Oliveira

Ramon Oliveira

Fomento o compartilhamento do conhecimento, da experiência como entrega prática e da conexão como a transformação real. Fundador do Instituto Mestre GP, também atua como professor.

Oferecimento

Mantenedores

Entidades Apoiadoras