O Instituto Mestre GP, em parceria com o Opinion Box, realizou uma pesquisa para entender em profundidade o mercado de gestão de projetos.

Um dos objetivos da pesquisa foi entender qual o perfil dos profissionais de GP e quais as habilidades que um gerente de projetos precisa ter para ter sucesso na área.

A pesquisa foi realizada com 1.148 gestores de projetos de todo o país. Entre eles, 59% tem pelo menos curso superior completo. Apesar da alta escolaridade entre os profissionais, 41% dos entrevistados tem até 2 anos de experiência na área.

Porém, experiência com gestão de projetos não está entre os principais itens que os próprios GPs consideram como fundamentais para se dar bem na área. Apenas 36% dos entrevistados apontaram esse item como necessário.

E quais seriam as habilidades essenciais?

A pesquisa apontou que as habilidades de gestão são mais importantes do que os conhecimentos técnicos e a experiência na área. Comunicação e liderança, por exemplo, foram os principais itens, apontados cada um por 63% dos gestores de projetos.

Gestão do tempo, outra habilidade gerencial, foi a terceira habilidade mais apontada, por 53% dos entrevistados, ao lado de ética.

Já o conhecimento da plataforma utilizada, que é uma habilidade técnica, foi escolhido por apenas 42% dos entrevistados.

 

Como desenvolver sua carreira de GP

A pesquisa mostra, portanto, que muito mais do que evoluir seus conhecimentos técnicos, é preciso trabalhar suas habilidades comportamentais e desenvolver seu perfil de liderança.

Ainda assim, o estudo evidencia também que o profissional de GP procura se manter atualizado sobre a área em geral. Apenas 5% dos entrevistados afirmam que não buscam se manter informados sobre gestão de projetos.

Metade dos entrevistados buscam fazer cursos na área, 44% acompanham sites e blogs e 42% participam de palestras sobre o tema. Entre os profissionais de agência, o Instituto Mestre GP é a terceira principal fonte de informação, utilizada por 44% dos profissionais.

 

O que motiva os profissionais de GP

Nós quisemos saber também quais são as principais motivações para quem trabalha com gestão de projetos. 55% explicaram que o trabalho em equipe é o que mais motiva, 50% citaram as novas experiências e 48% mencionaram o ambiente agradável.

Repare que os três principais itens de motivação não tem nada a ver com remuneração ou benefícios, mas sim com o ambiente, a cultura e o dia a dia.

Os dados ajudam a entender o que é preciso fazer para se tornar um bom profissional e, ao mesmo tempo, o que deve ser levado em conta para manter seu time engajado e motivado. Para conferir os dados completos da pesquisa, baixe o relatório gratuitamente. Você vai encontrar diversas informações adicionais, como as principais metodologias utilizadas, os motivos de turn-over nas empresas, a taxa de sucesso dos projetos e muito mais.

Sobre o Autor

é jornalista, Líder de Marketing do Opinion Box e especialista em pesquisa de mercado e comportamento do consumidor.

Você também pode curtir

Deixe um comentário